quarta-feira, 7 de julho de 2010

Algo sobre...

Por que somente sou,
quando estais aqui?
Me sinto perdida,
Errante em alto mar...
Cansada de tudo,
Esperando o nada

Queria viajar
Sair por aí!
Andar noites afora
Correr entre planícies e
dormir na relva, ao por-do-sol

Mas...ainda sim, aqui não estou...
És parte do todo que me completa,
Sinto em ti, como se todo o mundo
Já não existisse...

Por isso,
Exageradamente,
Hiperbolicamente,
Te amo...

Como sempre
e como nunca...
Por que nada deve ser como sempre foi...
Ás vezes, basta um pouco de dúvidas e incertezas,
regadas a força de vontade
e pitadas de determinação..

^-^