domingo, 18 de abril de 2010

Somente o que eu sei...

Bom, para minha primeira postagem gostaria de colocar algo realmente legal. Mas, o conceito de legal é relativo de mais. Por isso, colocarei como primeiro post algo sobre mim. Pra deixar tudo claro e bem explicado sobre quem eu sou.
Se auto-definir é complicado, por que a não ser que voce realmente saiba quem seja, não ha palavras que te conceituem. Eu, por mim mesma.
Sem meias palavras ou meias verdades, sou a típica garota que ninguém conhece, mas que ela de tudo observa. Por mim, me resumiria em alguém sem muitos talentos ou dons, mas com a incrível capacidade de ser amiga/colega de todos. Pelo menos ao meu ver.
Aprendi sobre mim mesma, no ensino médio. Época de mudanças e adaptações na sociedade. Conheci meu lado egocentrico. Minhas verdadeiras amigas. Minhas paixonites. Minhas falhas e acertos.
Para alguém que só sabia estudar, vivia pra isso, não posso dizer que vivi minha adolescencia nos padrões normais. Me arrependo? Em alguns momentos sim. Mas não a ponto de dizer que nada do que aconteceu tenha sido válido.
Amor. Amei sim, com tudo o que havia em mim, de forma sublime e única. Me dediquei de corpo e alma, vivi a vida dos sonhos de alguém, dediquei cada pensamento do dia, cada segundo do meu descanso, cada suspiro de meus instantes. Fui dele por inteira, mas ainda sim parecia ser pouco. Até que num simples instante, tudo muda. Cade o romantismo dos encontros? Cade o sorriso com sua chegada? Cade a palpitação com sua presença? Cade a saudade na sua partida?
E o que era sonho, vira ilusão. Por que começa a perceber que havia um lenço sobre seus olhos, que voce próprio colocou. E começa a perceber que no final das contas, Amor só surge com o tempo. Mas como parece que ninguém tem tempo, ninguém percebe. Eu posso dizer que amei. Cegamente e Loucamente, mas amei.
E por isso, eu sei que me definindo como alguém que realmente amou, posso também dizer que depois que acaba e parece existir o vazio, voce deve logo preenche-lo com qualquer coisa que lhe contente. Até passar...
Eu sou alguém que gosto de passear, mas também valorizo meus momentos em casa. Com minha família, que hoje eu sei, somente eu sei, o qunanto significa. Gosto de música, de preferencia romantica, em qualquer estilo. Mas o Rock tá me cativando... Momentos da vida.
Sou de lua. Sou de sol. Sou alegre, extrovertida, engraçada. Mas permaneço na maior parte do tempo séria, introspectiva, calada. Sou amiga, companheira. E hoje aprendi a controlar as emoções. Hoje consigo ser fria a e calculista. Mas prefiro se amável e educada.
Enfim, sou tudo o que posso e consigo ser. Sou o que ninguém imagina existir. Sou quem muitos gostariam de fazer sumir. Sou quem realmente consigo ver. E apesar do que mais pode parecer, sou tudo isso que aqui escrevi e pensei. Por que nada mais consigo dizer, a não ser, somente o que eu sei...
Abraços (agora to com sono)...

2 comentários:

pedro disse...

E,ellen....
Postagem legal.
Mulher tem mais perfeição na maneira de se
expressar escrevendo...
Gostei..
Abração.

billynho podre disse...

hiuasdhiasuhdausidhiasdhasidsad

que legal é bom que descobri que vc é fria e calculista.... ahahahahahaha

parabens Ellen